sábado, 25 de agosto de 2007

ENTRE SAINT-EXUPERY E STANLEY KUBRICK (em português e español)


DISTÂNCIA CÓSMICA



Daqui do meu planeta
Observo o planeta que escolheste para ser teu.
Daqui do meu planeta
Observo o teu planeta e não te vejo.
Mas sei que, daí do teu planeta,
Observas o meu.

Sei que aí no teu planeta
O dia corre como aqui no meu.
O sol se levanta e se deita
No meu planeta na mesma hora que no teu.

Sei que, quando a noite aqui se derrama,
Encobrindo todo o meu planeta,
Também se faz escuro aí no teu.
É nessa hora que sentas para contar as estrelas...
As mesmas estrelas que conto daqui do meu.

Depois de contadas todas as estrelas,
Com a certeza de que não falta nenhuma,
No teu céu que também é meu,
Deitas de frente para o Universo
E adivinhas o meu desejo,
Assim como eu adivinho o teu.




DISTANCIA COSMICA



Desde mi planeta
Observo el planeta que elegiste para ser tuyo.
Desde mi planeta
Observo tu planeta y no te veo.
Pero se que desde tu planeta observas el mío.

Se que ahí en tu planeta
Los días pasan como en el mío.
El sol desmaya y se levanta
En mi planeta en la misma hora que en el tuyo.

Yo se que cuando cae la noche
Cubriendo todo mi planeta,
También se hace oscuro en el tuyo.
Es la hora en que sientas para contar las estrellas,
Las mismas estrellas que cuento yo desde el mío.

Después de contadas todas las estrellas,
Con la certeza de que no falta ninguna,
En tu cielo que también es el mío,
Te tumbas de frente para el Universo
Y adivinas mi deseo,
Como yo adivino el tuyo.

4 comentários:

Anônimo disse...

"O SOL SIM NASCE PARA TODOS. A FELICIDADE É MAIS SELETIVA" (Mário de Lima) S E N S A C I O N A L!!!

Todo mundo quer ser feliz, mas a felicidade, além de seletiva, é sempre inesperada e nos surpreende ao ponto de a gente "ser feliz e não sabia".
bjo carinhoso
zélia

lucia disse...

Mario
Seus poemas são de uma sensibilidade muito grande. Quanta inspiração para poder traduzir seus sentimentos e colocar numa folha de papel. Adorei!!!!
E como vai nesse seu planeta maravilhoso, o Jair? Se recuperando bem? Um beijo bem grande em vc e no Jair. Até breve!

Anônimo disse...

Meu Deus, de onde saiu tanto carinho e tanto amor, não sei mereço isso, mas que fico cada vez mais feliz por ter te conhecido, disso não tenho dúvidas.
Um beijo muito carinhoso.
E vamos respitar, soumuito fotogênico, não sou!
Reginaldo Pinho.

Sergio disse...

Eu tinha acabado de telefonar para minha mãe no Brasil quando li este poema, foi impossível não chorar de emoção ao ver refletido neste mesmo poema a mistura de sentimentos que eu estava sentindo naquele momento....

Mário, obrigado!!!

Total de visualizações de página