domingo, 22 de dezembro de 2013

POEMAS AO MAR - 7

MOAR (primeira parte)

Diria a folha que seca
Que seca é a poeira do tempo?
Ou diria ao vento
Que venta a passagem das eras?

Diria a luz para a sombra
Que assombra a luz da razão?
Ou diria a dor para a pele
Que o ardor expele prazer?
...


Este poema faz parte do projeto "POEMAS AO MAR".
Neste projeto pretendo ter as primeiras partes de 11 poemas publicadas aqui no blog e as segundas partes lançadas ao mar. O projeto inclui ainda um livro com o mesmo título que ainda estou escrevendo e pretendo publicar em breve. No final do livro também estarão os poemas completos.
Quem encontre a segunda parte (como essa dentro da garrafa) poderá optar em escrevê-la em um comentário aqui no blog ou em minha página do facebook: https://www.facebook.com/mario.delima

A segunda parte deste poema foi lançada ao mar na praia de Jurerê Internacional, em Florianópolis, Santa Catarina, no dia 17/02/2014, às 12:29h.

quinta-feira, 19 de dezembro de 2013

POEMAS AO MAR - 6

MAR AMARELO (primeira parte)

De todas as cores do mar
a minha preferida é o amarelo.
“O amarelo”, perguntou a criança.
“Sim, respondeu o poeta,
“nas primeiras horas do dia
o sol tinge o mar de amarelo
e só poucos privilegiados
Apreciam este milagre.”
...


...
Este poema faz parte do projeto "POEMAS AO MAR".
O projeto “Poemas ao mar”, terá as primeiras partes publicadas aqui publicadas no blog e as segundas partes lançadas ao mar. O projeto inclui ainda um livro com o mesmo título que ainda estou escrevendo e pretendo publicar em breve. No final do livro também estarão os poemas completos.
Quem encontre a segunda parte (como essa dentro da garrafa) poderá optar em escrevê-la em um comentário aqui no blog ou em minha página do facebook: https://www.facebook.com/mario.delima

A segunda parte foi lançada na praia da Galheta, Florianópolis, Santa Catarina, no dia 16/02/2014 às 11:13h.

quarta-feira, 11 de dezembro de 2013

POEMAS AO MAR - 5 (para: Stella Furlan)

SEREIA (Primeira parte)

Ôooo Sereia...
Ilêilê Ilêilá
Onde anda teu canto?
Ilêilê
Ou estarei surdo ao que cantas?
Ilêilê
Ou estás muda?
Ilêilá
...
A segunda parte, dentro da garrafa, será lançada ao mar, dentro do projeto "POEMAS AO MAR"

A segunda parte foi lançada desde o trapiche da Beira-Mar Norte, em Florianópolis, Santa Catarina, no dia 13/02/2014 às 10:11h.

terça-feira, 10 de dezembro de 2013

POEMAS AO MAR - 4

VECÇÃO (Primeira parte)

Meus olhos,
Acostumados às viagens,
Avançam e recuam
Enquanto esse mar permanece estático.
Viajo e deixo minh’alma no cais.
Voo e minhas asas se esfumam ao sol.
...

À exemplo dos poemas anteriores, este poema faz parte do projeto "POEMAS AO MAR".
Aqui no blog publicarei a primeira parte de 11 poemas. A segunda parte será colocada em uma garrafa e atirada ao mar.
A pessoa que encontrar a garrafa é quem decidirá se a publica no blog (através de um comentário) ou me envia por facebook.
Além dos poemas estou escrevendo um livro, também intitulado "POEMAS AO MAR", que pretendo publicar em breve.
No final do livro estarão os poemas completos e informação de algum que, porventura, tenha sido encontrado.

Lançado ao mar por Guilherme Ferreira em Cartagena, Colômbia, no dia 07/02/2014.

segunda-feira, 9 de dezembro de 2013

"POEMAS AO MAR - 3"

ROLETA (primeira parte)

Digníssimos jogadores
Façam suas apostas!
Uma vida de martírios
Merece uma,
Não muitas respostas!

Queridíssimos companheiros
Que chegaram às praias,
Não às encostas,
Preparai-vos!
A dor que punge e restringe
Também lhes arqueia as costas.
...


A segunda parte deste poema foi lançada ao mar no dia 01 de janeiro de 2014, em frente à ilha de Quiepe, http://faroes.blogspot.com.br/2011/07/farol-da-ilha-quiepe-marau-bahia-brasil.html , pelo mergulhador e tri-atleta Francisco Brandão Gomes Júnior.

sexta-feira, 6 de dezembro de 2013

LANÇAMENTO AO MAR DA SEGUNDA PARTE DE "POEMA DE AMOR AO MAR"

A segunda parte de "Poema de amor ao mar" foi lançada no dia 05/12/2013, da ponte sobre o Rio das Contas, na BA001, ás 13:35h, horário da Bahia; 14:35h, horário de Brasília.
O Rio das Contas será o incumbido de levar a conclusão desse poema ao mar.

Poema de amor ao mar (primeira partre)

Praia de águas rasas e
Profundas atrás.
Vida a morte fecunda
Quando secunda no leva e traz.

Meu poema de amor
Que agora lanço ao mar
...

LANÇAMENTO AO MAR DA SEGUNDA PARTE DE "MULHER-LUA"

A segunda parte do poema "Mulher-lua" foi lançada ao mar em Ilhéus, na praia do Pontal.
Dia 04/12/2013 às 16:35h, horário na Bahia. 17:35h, horário de Brasília.

MULHER-LUA (primeira parte)

Você se foi, mulher-lua
Da mesma forma que chegou:
Exuberante e cheia.
Deixou-me minguante...
Quando chegue a nova fase
Não sei qual luz buscarei,
...

quinta-feira, 28 de novembro de 2013

POEMAS AO MAR 2

Poema de amor ao mar (primeira parte)

Praia de águas rasas
E profundas atrás.
Vida a morte fecunda
Quando secunda no leva e traz.

Meu poema de amor
Que agora lanço ao mar
...
A segunda parte deste poema está no papel dentro da garrafa da foto.
Acompanha essa segunda parte a seguinte nota:

Nota para quem encontrar essa garrafa:
Essa é a segunda parte do poema “POEMA DE AMOR AO MAR”. A primeira parte está no blog http://euleiomariodelima.blogspot.com.br/
Caso queira compartilhar essa segunda parte, peço o favor de colocar como comentário no blog ou em minha página do facebook: https://www.facebook.com/mario.delima
Se não for pedir demais, também gostaria de saber o local, data e horário em que a garrafa foi encontrada e sua opinião com respeito ao poema.
O projeto “Poemas ao mar”, além das partes lançadas ao mar e das partes publicadas no blog, inclui um livro com o mesmo título, que ainda estou escrevendo e pretendo publicar em breve.
Obrigado por dispor de seu tempo comigo e com minha obra.
Um grande abraço.
Mario de Lima – Escritor

sábado, 24 de agosto de 2013

sexta-feira, 23 de agosto de 2013

sexta-feira, 17 de maio de 2013

ORAÇÃO AOS ANJOS DA CURA Anjos da cura: auxiliem-me para compreender que sou filho de Deus E, como ele, possuo o poder sobre meu corpo, minha mente e minhas circunstancias. A presença de Deus em mim tem o poder de fazer meu corpo saudável e meu coração alegre. Reivindico saúde para o meu corpo e para a minha mente, reivindico força e poder para todas as células e tecidos do meu organismo, reivindico a saúde como um direito de todo filho de Deus. Peço aos Anjos da Cura que desçam até mim (pode incluir o nome de outras pessoas também, como por exemplo o da tia Alta: “...até mim e até a tia Alta) a chama sagrada da cura, sanando meu (nosso) corpo e minha (nossa) mente. Quero estar sempre saudável. Peço perdão ao meu corpo se o agredi e lhe agradeço por estar servindo como templo de minha alma. Solicito a intervenção dos anjos da cura para que o meu corpo (pode incluir o nome de outras pessoas também, como por exemplo o da tia Alta: “...para que o meu corpo e o corpo da tia Alta) sempre tenha (m) saúde perfeita . Meu (Nosso) corpo já está curado. Dou graças a Deus e aos Anjos da Cura. Que minha vida seja um canto de Amor. Que a saúde, harmonia e juventude sejam parte constante do meu caminho. Amén.

Total de visualizações de página