sexta-feira, 5 de janeiro de 2007

ESCOLHAS


ESCOLHAS


Entre a claridade e o esplendor
Escolha sempre o brilho tênue da aurora.
Pode te iluminar a vida
Sem cegar tu’alma.

Entre o brilho cego de uma promessa
E a certeza de uma paz infinita
Opte pela possibilidade
Porque, se falha, não é por estar tão próxima.

Entre o certo e o errado
Permita-se a dúvida.
Qual certeza maior
Que saber que tudo nessa vida é relativo?

Um comentário:

Afrânio Márcio C Vieira disse...

Alô Mário!
As incertezas do ser humano nos faz caminhar ou é uma constante tortura? As vezes penso na segunda opção... Mas racionalmente penso que é esta incerteza de nossas escolhas que faz o mundo girar, reciclar, renovar. Que 2007 seja uma renovação, com um monte de coisas boas, saúde, alegrias muito amor no coração!
Abração,
Márcio.

Total de visualizações de página