segunda-feira, 13 de agosto de 2007

BRINCADEIRA


BRINCANDO COM A RIMA - ESPELHOS


Não vou questionar tua rima
Porque não quero que duvides da minha.
Se o eco dos teus sentimentos
Não encontra resposta nos meus
Talvez nos falte um espelho.
Se a luz que explode em um destelho
Não brilha nos olhos meus
É que talvez nossos momentos
Ainda não se envolveram em uma rinha
Entre aquele que pede uma assinatura e o outro que firma.


Pode ser que só a repetição
Das tuas águas nas minhas
Faça com que corra sempre esse rio
Entre as fronteiras do querer
E o abismo da sabedoria.
Ou talvez mais fácil seria
Não tentar saber
Onde começa o fio
Que embaraça as linhas
Da vida, do amor, da paixão.


Não sei o que chegou primeiro
Se a minha palavra ou a tua,
Só sei que nunca gritamos
Tudo o que deveríamos gritar
A pleno pulmão aberto.
É mais errado que certo
Tomar partido, julgar
Aquilo que deixamos
Marcado na pele nua
Ao compartirmos o meio com o inteiro.

7 comentários:

Alex disse...

Voce cada dia se supera...¡precioso!;-)

Giuliana disse...

Mario! Estou ALUCINANDO com seus poemas... sao realmente
P-R-E-C-I-O-S-O-S
Vc é profissional! Deveria SIM publicar um livro, e o que mais me surpreende é que tudo o que vc escreve TEM SENTIDO, pois existem mil poesias "insólitas" e que não significam nada... assim não tem graça.
As suas são profundas, muito sentimentais...
Já virei + sua fã, amanhã vou te pedir um autógrafo no bank, antes que seja famoso e nem se lembre que eu existo, hahahaha!
Resumindo: A-M-E-I
Bjs

Anônimo disse...

Sempre que leio seus poemas vejo vc falando, parecem realmente palavras do fundo do seu ser, são sua essência, e são lindas palavras.

Anônimo disse...

Mário, adorei!!!! bjs Tina!!

Neise Mara disse...

Mário carinho, que supresa para mim em saber que escreves poemas e romances. Que queres que te diga... só tenho uma palavra que é simplesmente MARAVILHOS.
É isso aí meu amor, seus poemas säo maravilhos. Beijocas

MARIO DE LIMA disse...

Apresentaçao da foto: Eu, Giuliana e Sérgio. Uma noite mágica para mim e para muita gente. Foi na mesma noite que tirei a foto do poema anterior com Jair, Paco e Philippe.
Os espelhos ficam por conta das pessoas que possam ver refletidas nos outros a própria felicidade. Foi o que senti nessa noite e agradeço a Deus ter sensibilidade para isso.

Anônimo disse...

oi bunitinho...
me emocionam seus poemas! lindos! eu os amo, assim como amo vc.

um beijo

Total de visualizações de página